Novembro azul no condomínio: veja como promover a campanha!

3 minutos para ler

Em outros momentos nós já abordamos aqui a conscientização sobre o setembro amarelo e o outubro rosa, agora chegou a vez do novembro azul no condomínio, que tem como alvo o câncer de próstata. Então dessa vez, o nosso público é masculino. 

Continue acompanhando este conteúdo e conheça mais sobre a história da campanha, os principais cuidados e como você pode trabalhar o tema no seu condomínio. 

Como surgiu a campanha do Novembro Azul? 

Em 2003 na Austrália, dois amigos, Travis Garone e Luke Slattery, inspirados pela campanha contra o câncer de mama da mãe de um colega, tiveram a ideia de associar o bigode com a conscientização sobre a saúde masculina. Para fortalecer o projeto, eles convidaram cerca de 30 amigos para participar da campanha e, durante o mês de novembro, deixaram os bigodes crescer. 

Com o passar dos anos, a campanha cresceu e se espalhou para mais de 20 países, passando a ser conhecida também como “novembro sem barbear”. E claro, além do bigode, a campanha também é identificada pela cor azul, que simboliza a luta contra o câncer de próstata. 

A realidade do câncer de próstata no Brasil 

O câncer de próstata no Brasil perde apenas para o de pele, entre os homens, fazendo uma vítima fatal a cada 36 homens. Porém, quando detectado precocemente, o tratamento é menos invasivo e oferece mais chances de cura. 

Contudo, a dificuldade ainda mora nos tabus que envolvem os exames médicos para o diagnóstico, como o toque retal, que é muito simples e dura apenas 10 segundos. Por isso, um dos principais objetivos da campanha é quebrar esse medo e conscientizar a população masculina de que os cuidados com a saúde devem ser colocados acima dessas barreiras. Afinal, cuidar da saúde também é coisa de homem. 

Então além do exame físico (toque), há também o exame chamado PSA (exame de sangue que detecta alterações do antígeno prostático específico, que podem ser indicativas dessa neoplasia), que os especialistas recomendam ser realizados anualmente a partir dos 50 anos. 

Principais sintomas que merecem uma consulta médica 

No estágio inicial, o câncer de próstata costuma cursar de forma lenta e quase sempre sem sintomas. Contudo, apenas em uma fase mais avançada da doença, em que o crescimento do tumor pode provocar complicações locais e também fora da próstata, aparecem sintomas como:  

  • Dificuldade em urinar 
  • Sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis (abaixo dos testículos) 
  • Dor durante a passagem da urina
  • Sangue na urina ou no esperma  
  • Dor quando ejacula 
  • Dor lombar, na bacia ou nos joelhos 
  • Sangramento pela uretra
  • Dor nos testículos.

É exatamente por isso que realizar os exames de rotina se torna tão importante. 

Compartilhe informações no seu condomínio 

Pensando em auxiliar no trabalho dos Gestores Condominiais, preparamos um conjunto de materiais prontos para você realizar ações de conscientização sobre o novembro azul no seu condomínio. 

Faça o download gratuito e boa campanha! 

Você também pode gostar

Deixe um comentário